PSICOQUIROLOGIA

PSICOQUIROLOGIA:

 

A NOVA TÉCNICA DE LEITURA DE MÃOS QUE SURPREENDE

Muitas pessoas se perguntam o que é a Psicoquirologia. Na verdade, a psicoquirologia nada tem a ver com adivinhação. O que leva a um profissional a entender a vida de outra pessoa é o mesmo princípio genético que manifesta as impressões digitais.
Para poder entender esta ciência, precisa haver uma compreensão de que o organismo é uma estrutura sistemática e todos seus órgãos e tecidos funcionam simultaneamente, interagindo constantemente.
Quando comemos, quando dormimos, ou quando realizamos qualquer tipo de atividade, o corpo todo está agindo para isso.
Da mesma maneira, o corpo age simultaneamente com a atividade psíquica. Isto é o que faz que uma pessoa ou animal esteja vivo.
Cada tecido do corpo responde a uma programação determinada, seja por causa do DNA ou de outros fatores, há uma ligação muito íntima entre a psique e o corpo, levando à pessoa a  desenvolver a sua vida de tal ou qual maneira. Dessa forma, todos os órgãos e tecidos do corpo funcionam concomitantemente entre eles e a psique.
Por estes motivos, compreendemos que a vida funciona através de um sistema operacional, onde todas e cada uma das partes funcionam harmoniosamente.
Mesmo se uma pessoa não está feliz com a maneira como desenvolveu a sua vida, ainda assim, esse sistema operacional está funcionando harmonicamente entre todos e cada um das partes físicas, psicológicas e espirituais do indivíduo.
Evidentemente quando há uma doença genética ou hereditária, o desconforto nos faz pensar que esse mal é uma anomalia, mas pelos estudos realizados por geneticistas, hoje se sabe que o DNA já vem programado, desde antes mesmo do nascimento, para adoecer ou dar proteção sobre certas doenças que poderão atuar no futuro.
Basicamente, todo ser humano, animal ou vegetal nasce com todas as doenças genéticas que provocarão a sua morte. Do mesmo modo, nascerá junto com genes supressores de algumas dessas doenças. Em outras palavras, todas as causas possíveis de morte estão presentes desde o mesmo momento que nascemos.
A verdade, por mais cruel que pareça, é que nascemos com os elementos genéticos necessários para morrer. Estudos sérios mostram que falar hoje do que pode acontecer no futuro, não significa apenas adivinhação.
Isso não significa que devamos nos conformar, muito pelo contrário, devemos modificar nossas vidas para aproveitar o melhor possível a nossa oportunidade de viver. De fato, só podemos mudar quando temos conhecimento de aquilo que pode acontecer.
A humanidade não tem aproveitado corretamente esta dádiva da vida e vem cometendo muitos erros ao longo da sua existência.
Tem destruído a natureza e se alimentado mal, fazendo atos que não são bons nem sequer para seu bem-estar mental, psicológico e físico.
Paralelamente, sempre existiram pessoas preocupadas com o bem comum, com o meio ambiente e com o saber. Embora sempre fosse minoria, a própria existência destas pessoas foi o que equilibrou a humanidade e a fez progredir.
O Universo funciona como um sistema, a vida funciona como um sistema, e tudo o que existe de interessante, funciona como um sistema.
O mais importante é que em todo sistema, cada parte integrante tem uma função.
Por isso, o conceito de interpretar uma parte do corpo para compreender o TODO, é a maneira mais direta de se entender a nossa existência, nossos problemas, nossos defeitos, nossas virtudes, etc., mas essa idéia é muito antiga e se remonta a mais de quatro mil e quinhentos anos. Com o avanço da genética podemos ter uma visão diferente e mais ampla da realidade, e muitas técnicas antigas como a acupuntura, a iriologia (estudo da íris), medicina ayurvédica, a datiloscopia, a quirologia, etc. não podem ser caracterizadas como se fossem “coisas de ciganos”.

Psicoquirologia, como ciência

Embora a Psicoquirologia tenha origem numa técnica milenar, onde os meios e tecnologia eram precários, esse princípio de diagnóstico sempre foi muito eficiente. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, conhecer o futuro não é uma atividade esotérica e sim, uma preocupação que persegue o ser humano desde tempos imemoriais.
As técnicas utilizadas hoje pela genética abrem uma nova visão do ser humano. Quando um bebê nasce, se pode ter um mapa genético e saber quais problemas de saúde poderá enfrentar quarenta anos depois.
Isso está muito longe de ser premonição. Mas também é importante considerar que, diante da possibilidade de sofrer um mal no futuro, não se pode ficar aguardando o mal acontecer. A atitude é vigiar hábitos para evitar esse calcanhar de Aquiles com o qual cada um de nós nasce.
Evidentemente, todo ser tem virtudes e defeitos. Por algum motivo, sempre estamos mais preocupados com aquilo que falta do que com aquilo que temos. Aliás, geralmente, damos mais valor ao que possuímos quando o perdemos.
Por isso, a vida também nos dá elementos para melhorar. Assim como a vida nos coloca dificuldades, também nos proporciona inteligência e para isso devemos usá-la: para resolver problemas.
Nos últimos anos surgiu uma nova ciência, chamada de Futurologia, que está muito longe de ser um método esotérico. Hoje em dia, esta ciência é muito utilizada em países do primeiro mundo para prever as tendências futuras na Bolsa de Valores, ou para avaliar o crescimento das cidades, ou para planejar o crescimento de países inteiros.
Porquê a Futurologia cresceu tanto nos últimos anos e é tão utilizada por governos de países avançados? Porque somente é possível resolver problemas futuros quando temos uma idéia clara do que está por vir.

 

Psicoquirologia: 
 Esta teoria tem atraído cientistas de todo mundo e alguns dos mais renomados participam do livro “Diagnóstico Digital da Vida”.
Nesse livro participam: o psiquiatra argentino Pablo Marcelo Siquiroff, Médico Psiquiatra especialista em psicofarmacología e em GerontoPsiquiatría, realiza vários projetos Interdisciplinares em interfases Neurologia–Psiquiatria, principalmente em Investigações sobre Afasias, Traumatismos Cerebrais, e diversas Patologias do Sistema Nervoso como Epilepsias, Tumores, etc. Atualmente é Diretor do “Centro de Atenção para Patologias de Borde”, de grave prognóstico, principalmente em Patologias Psiquiátricas y Neurológicas Infanto–Juvenis; e também participam Kelton Souza do Centro de Pesquisas Gonçalo Muniz (FIOCRUZ – BA) e Rafael A. Gumz, da Universidade Regional de Blumenau, Centro de Ciências Exatas e Naturais.

 

A Psicoquirologia vem obtendo resultados fantásticos em alguns casos patológicos como na cura de câncer, casos de depressão aguda e em situações rotineiras como problemas profissionais, sentimentais, financeiros, familiares etc.
O texto é um trecho do livro “Fundamentos da Psicoquirologia” de Maharaja, que atualmente viaja pelo Brasil dando cursos e atendimentos.
Maharaja

Biografia do Autor

Desde 2003, o psicoquirólogo argentino Maharaja trabalha na hipótese de que as linhas das mãos funcionam como códigos genéticos, da mesma maneira como os códigos impressos no DNA de um fio de cabelo. A Psicoquirologia (Genética + Psicologia + Datiloscopia + Biometria + Quiromancia = PSICOQUIROLOGIA)vem obtendo resultados fantásticos em alguns casos patológicos como na cura de câncer, casos de depressão aguda e em situações rotineiras como problemas profissionais, sentimentais, financeiros, familiares etc. maharaja108@gmail.com http://www.maharaja.kit.net fones: (011) 9269-3673 // 7445-7228 // 8559-1224
maharaja108@gmail.com

Fonte:Site OI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s